Bem-vindo ao Blog do RealTimes

O que é Flash? E será que veio para ficar?

flv player Flash. Está em todos os lugares.

Simplesmente em todos os lugares. Você mal pode espreitar em qualquer lugar da internet sem esbarrar nele de alguma forma. Seja em uma transmissão de filme, nos clipes postados no YouTube ou Facebook, um banner pop-up de anúncio ou uma simples animação. Embora o Flash (FLV) e, agora, F4V, uma versão expandida da especificação do formato de arquivo Flash, tenha se tornado de fato o padrão de vídeo para a internet em todo o mundo, seu reinado pode estar chegando ao fim.

A Apple tem sido a maior crítica do Flash, alegando que ele coloca carga excessiva sobre a CPU e é responsável pela maioria das panes em suas máquinas. Como resposta, a Apple bloqueou o Flash no seu iOS dos seus dispositivos móveis (iPhone, iTouch e iPad). De sua parte, até mesmo a Adobe anunciou que está encerrando o desenvolvimento do Flash para plataformas móveis, já que formatos de código aberto mais eficientes, como o HTML5, estão ganhando popularidade e se ajustam melhor aos requisitos para acessar conteúdos de mídia portátil que os consumidores estão exigindo. Alguns dos maiores provedores de distribuição de conteúdo, como o YouTube, mudaram e deixaram de oferecer exclusivamente o material em FLV para incluir o formato de H-264, que é amigável para o iOS. O Flash também pode estar em risco para o computador desktop. Especialmente porque o conteúdo de alta definição está cada vez mais disponível, o que requer CODECs de reprodução cada vez mais avançados.

Então, por que o Flash atualmente é tão comum e qual é a melhor maneira para você obter o máximo de seus recursos? Com diversos players de FLV disponíveis, como fazer para evitar dificultar essa escolha?

A HISTÓRIA DO FLASH

Flash é um produto da Adobe ®, originalmente desenvolvido por outra empresa, a Macromedia, e no começo era usado principalmente como uma plataforma simples de animação. Por ser mais fácil de usar, ele ganhou popularidade na comunidade de desenvolvedores profissionais como uma maneira de integrar movimento e interatividade em produtos multimídia. A adição de recursos de vídeo mais sofisticados, a capacidade de trabalhar em camadas e a adição de recursos interativos avançados, em conjunto com uma jogada inteligente da Adobe de oferecer gratuitamente o instalador do plug-in solicitado (como fazem com o Adobe Reader para PDFs) para navegadores que poderiam reproduzir continuamente filmes em Flash, o transformaram no formato convencional. Este crescimento aumentou com o surgimento de sites de mídia social, especialmente o YouTube e o Facebook, onde atualmente qualquer pessoa com uma câmara de vídeo, as grandes corporações e até os políticos podem carregar vídeos para o mundo ver, ocasionalmente criando o fenômeno de vídeos virais.

Em sua forma básica, o Adobe Flash player é apenas isso, um recipiente simples para um mecanismo de reprodução, projetado para responder a formatos de arquivos particulares. Esta noção de um “recipiente” é importante para compreender porque, como alguns outros formatos, o Flash realmente pode reproduzir arquivos de vídeo compactados como o VP6, H.264 e H.263, juntamente com formatos de áudio AAC e MP3. Isto proporciona uma grande versatilidade ao Flash, contribuindo para a sua aceitação.

ESCOLHENDO UM FLASH PLAYER

Embora o plug-in básico do Adobe player esteja disponível gratuitamente na Adobe e seja destinado a ser incorporado em seu navegador, o conteúdo em si pode estar sujeito às restrições de uso colocadas neles pelo serviço que está apresentando o material. A Adobe divulga que 98% do conteúdo em vídeo na internet é Flash. Sem dúvida que este número está em declínio, principalmente com a ascensão do HTML5 e as variações de MPEG-4, tais como o H.264, que são selecionados por mais e mais produtores e provedores de conteúdo. No entanto, o Flash gerou exércitos de desenvolvedores que alimentam a crescente necessidade de conteúdo de vídeo na internet, além de outra indústria separada que proporciona variações de softwares de reprodução que usam o núcleo da tecnologia plug-in da Adobe para os usuários que querem fazer mais do que apenas assistir os clipes de vídeo na web.

Há, literalmente, centenas de players de FLV disponíveis, muitos gratuitos ou shareware. O que diferencia uns dos outros são as características diferentes de camadas em cima da funcionalidade básica de reprodução da Adobe. Estes recursos permitem aos usuários baixar filmes FLV, organizá-los em bibliotecas, convertê-los para outros formatos para uso em dispositivos móveis, empregar diferentes aparências, usar navegadores embutidos, compartilhar o conteúdo nas redes sociais, incorporar metadados e, geralmente, ser flexível e personalizável para atender às suas necessidades. Outro fator é o sistema operacional no qual o player individual foi projetado para funcionar. O Windows tem, de longe, o maior número de ofertas, mas muitos dos melhores players FLV gratuitos também podem ser executados nos SO Linux ou Mac.

PLAYERS DE FLV POPULARES

Alguns populares e mais versáteis são: RealPlayer, GOM Media Player, UMPlayer, VLC Media Player e FLV Player. Muitos, mas muitos outros também estão disponíveis, por isso, se você é do tipo que quer fazer comparações diretas de recursos, esteja preparado para gastar tempo e esforço para baixar e experimentar vários players antes de encontrar um favorito.

Diversos desenvolvedores oferecem uma abordagem de dois níveis para os seus players, proporcionando um player funcional com muitos recursos essenciais, como download gratuito de FLV, além de fornecer uma versão mais avançada com recursos e benefícios adicionais por um custo extra. Sua escolha depende unicamente do quão sofisticadas são as suas necessidades em comparação com o custo adicional dos recursos e benefícios adicionais. Alguns players de mídia não tradicionais também podem ser feitos para reproduzir filmes em FLV, exigindo um plug-in adicional de software a ser incorporado ao player para reproduzir adequadamente o Flash. Mais uma vez, depende de suas necessidades, mas, em geral, você provavelmente ficará melhor com um dos players de FLV mais conhecidos, a menos que tenha a sofisticação de modificar certos aspectos do seu sistema.

O FUTURO DO FLASH

Como todos os produtos de sucesso, o Flash passou por um ciclo evolutivo, adicionando novos recursos, fixando os recursos quebrados e procurando maneiras de melhorar as suas capacidades e melhor atender seus clientes. Dificilmente a indústria está parada e o Flash pode já ter tido o seu tempo ao sol. As próprias equipes de desenvolvimento da Adobe certamente estão trabalhando em outros formatos de arquivo que oferecerão experiências aprimoradas para as demandas crescentes dos dispositivos móveis e para os computadores desktop. Mas outras empresas também estão trabalhando bastante para expandir suas ofertas e se manterem à frente no jogo. O Flash não vai embora tão cedo, então você continuará poder usar, baixar, carregar e realizar muitas outras tarefas com o seu conteúdo FLV.

{ 2 comentários… adicionar um }

Deixar um Comentário